Visita de Estudo a Cabeção

Visita de Estudo promovida pela equipa da Educação Inclusiva

No dia 13 de dezembro de 2021 um grupo de 5 alunos da Educação Inclusiva (das turmas 6.º B, 9.ºA e 12.ºA) deslocou-se a Cabeção para uma visita ao Centro Cultural desta localidade. Posteriormente este grupo de alunos realizou um percurso a pé pela vila a fim de conhecer alguns monumentos importantes, bem como algumas curiosidades que lhe estão subjacentes.

No Centro Cultural, esperou-nos o Sr.º João André Pinto que com extrema simpatia e conhecimento, nos acolheu e fez uma visita guiada pelas exposições presentes na sala polivalente.

Assim, foi possível conhecer a Exposição “ Quer entrar num quarto de Confinamento “, da autoria de um artista de nacionalidade Belga, a residir em Portugal, Philippe Nayer, com quem o grupo de alunos teve o privilégio de contactar pessoalmente e assim descobrir algumas curiosidades .

Na segunda exposição, intitulada “Das mãos nasce a arte“,  da autoria de uma artista/pintora de Cabeção, foi possível conhecer uma enorme diversidade de quadros que retratam lugares especiais e inspiradores para a autora, e também peças de cerâmica pintadas com a aplicação de diversas técnicas de pintura.

A terceira exposição, incluía trabalhos oriundos da olaria de José Ramalhão, residente na freguesia de Brotas, onde foi possível conhecer diversas peças todas elas tendo como elemento fundamental, o barro. Depois de dada a forma, algumas delas foram pintadas e concebidas através da aplicação de algumas técnicas que lhe conferem um carácter único e inovador!

Posteriormente os alunos visitaram no espaço exterior do Centro Cultural, um Presépio Tradicional com mais de 500 peças, inserido num cenário recriado pelo Sr.º João André Pinto, também ele um grande colecionador de presépios. De acordo com o mesmo, já soma mais de 900 na sua coleção!

Foi sem dúvida algo único e mágico para os alunos que com o brilho nos olhos foram apontando os elementos tradicionais que mais gostaram e que lhes eram mais familiares. Foi sem dúvida um recordar do quotidiano das “gentes” do meio rural nas mais diversas vertentes!

De seguida teve lugar um percurso a pé pela vila de Cabeção, guiados pelo sr. João André que nos conduziu à Igreja da Misericórdia, datada do ano 1600 e cujo interior estava repleto de magníficas pinturas nas paredes, as quais foram devidamente explicadas, uma a uma. Seguidamente deslocámo-nos à igreja Matriz de Cabeção onde os alunos ficaram também a conhecer o seu interior de uma forma aprofundada, escutando atentamente as explicações que lhe eram dadas. Na parte exterior do edifício foi possível conhecer um miradouro, cuja vista sobre a vila era magnífica!

Depois foi altura de conhecer a entrada principal do antigo Centro Cultural de Cabeção, cuja fachada está repleta de elementos ligados à natureza das gentes do campo. As magníficas fachadas deste edifício são praticamente extintas no nosso país.

Depois foi altura de conhecer o Pelourinho e ouvir a explicação dada pelo Sr. João. Este foi um monumento que deixou os alunos a pensar na utilidade que antigamente lhe era dada.

Uns passos mais abaixo, desceram ao conhecido Tanque da vila, local com cerca de 100 anos que servia para a população lavar as auas roupas nos grandes tanques comunitários. Depois seguiu-se a Fonte do Largo do Ribeiro, também ela muito antiga e local de paragem de muitos turistas que passam no centro da vila para a conhecer e matar a sede!

Foi sem dúvida uma manhã de descoberta e repleta de novas experiências. O nosso concelho é rico em património cultural e foi muto agradável conhecer! “

Voltar ao topo